Cirurgia-Plastica-SP-Dr-Lucas-Consentino

Nosso Blog

Bioestimulador de Colágeno – O que é, como é feito, benefícios e tipos

Bioestimuladores de colágeno
Guia de Conteúdo

O colágeno é uma proteína que é produzida naturalmente pelo nosso corpo e é responsável por dar à pele a sua elasticidade e firmeza. Ao longo do tempo, a produção de colágeno diminui, o que pode levar à perda de elasticidade da pele e à formação de rugas. 

Assim, o bioestimulador de colágeno é um produto que ajuda a estimular a produção natural de colágeno, o que pode melhorar a elasticidade da pele e reduzir as rugas. Neste artigo, vamos abordar o que é um bioestimulador de colágeno, como ele é feito, os seus benefícios e os diferentes tipos disponíveis. Acompanhe!

O que é Bioestimulador de Colágeno?

Como mencionamos, os bioestimuladores de colágeno são substâncias que ajudam a estimular a produção natural de colágeno no corpo. O colágeno é uma proteína importante que desempenha um papel fundamental na saúde da pele, dos ossos e dos tendões.   

Dessa forma, aumentar a produção de colágeno pode ajudar a reduzir o aparecimento de rugas e manchas da idade, além de melhorar a elasticidade da pele. Porém, existem diferentes tipos de bioestimuladores, feitos para diferentes objetivos.

Alguns dos diversos tipos disponíveis no mercado incluem cremes, loções, séruns e geleias. Esses produtos podem ser aplicados diretamente na pele, ou podem ser injetados sob a pele por um médico. 

A eficácia dos bioestimuladores de colágeno varia e pode depender do tipo de produto utilizado, bem como da frequência com que ele é usado.

Como é feito o Bioestimulador de Colágeno?

Trata-se de um produto feito à base de colágeno, que estimula a produção de novas fibras e acelera a regeneração celular. Assim, o bioestimulador é geralmente feito à base de peptídeos, que são as partículas menores do colágeno e são facilmente absorvidas pela pele. 

Outros ingredientes comuns em bioestimuladores de colágeno são a vitamina C e o ácido hialurônico.

Benefícios do Bioestimulador de Colágeno

Os benefícios do produto são inúmeros, e podem ser divididos em três grandes categorias:

  1. Benefícios para a saúde da pele

O bioestimulador é extremamente eficaz na promoção da saúde da pele, uma vez que estimula a produção de colágeno no corpo. Sendo uma proteína essencial para a saúde da pele, o colágeno é o principal componente estrutural da derme, ou seja, a camada mais externa da pele.

Dessa forma, ele proporciona à pele sua elasticidade e firmeza, além de ajudar a prevenir o aparecimento de rugas e linhas finas.

  1. Benefícios para os ossos e articulações

O bioestimulador de colágeno também é muito importante para a saúde óssea, uma vez que estimula a produção de osteoblastos, as células responsáveis pela formação óssea. 

Além disso, o produto também auxilia na absorção de cálcio pelo organismo, o que contribui para um melhor desempenho das funções musculares e articulares.

  1. Benefícios para o sistema imunológico

Os bioestimuladores também desempenham um importante papel no fortalecimento do sistema imunológico, pois melhoram a produção de anticorpos no organismo. 

Os anticorpos são substâncias produzidas pelas células do sistema imune que reconhecem e atacam as substâncias estranhas presentes no organismo, como bactérias e vírus.

Leia também: Qual a diferença entre Lipo HD e Lipoaspiração? Veja para quem é indicado cada procedimento

Tipos de Bioestimulador de Colágeno

Estes produtos podem ser divididos em três tipos principais: os que estimulam a produção de colágeno, os que aumentam a atividade das enzimas que degradam o colágeno e os que inibem a ação das enzimas que degradam o colágeno. Cada um desses tipos tem seus próprios benefícios e indicações.

Os bioestimuladores de colágeno que estimulam a produção de colágeno são úteis para tratar a flacidez da pele e reduzir o aparecimento de rugas. Eles também podem ser usados para tratar outros problemas relacionados à perda de colágeno, como osteoporose e artrite.

Por outro lado, os produtos que aumentam a atividade das enzimas que degradam o colágeno são úteis para tratar doenças auto-imunes, como lúpus e esclerose múltipla. Eles também podem ser usados no tratamento de outras condições crônicas, como câncer e AIDS.

Por fim, existem os bioestimuladores que inibem a ação das enzimas que degradam o colágeno. Eles são úteis para evitar o aparecimento de cicatrizes e quelóides e também podem ser usados para tratar outros problemas relacionados à perda de elasticidade da pele.

Dessa maneira, o ideal é que o consumo dos bioestimuladores de colágeno seja feito através de recomendação médica, seguindo os protocolos de uso de cada produto e respeitando o organismo de cada indivíduo. 

Este artigo foi útil? Deixe um comentário!

Dr. Lucas Consentino

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clínica de Cirurgia Plástica

Dr. Lucas Consentino

Artigos Recentes